Surf Trip em Portugal

Indonesia, Peru, Havaí, Costa Rica, esses são os destinos que qualquer surfista sonha em fazer, mas eu queria explorar Portugal. Já conhecia Lisboa muito bem, faltava conhecer o mar, as ondas, aquela água gelada. Veja bem, não sou surfista, mas gosto de surfar, principalmente se estiver em lugares que a atmosfera do surf está por todos os lados, assim é a região costeira no meio de Portugal. 

Depois de explorar o Algarve eu decidi ir conhecer Ericeira, Peniche e Nazaré, muita gente falava sobre essa região e a minha curiosidade de mochileira, que ama esportes e surf, já tinha despertado, peguei um trem até Lisboa, aproveitei umas noites nessa cidade bohemia e simpática e então peguei um ônibus para Ericeira. O caminho é rápido, os ônibus saem do terminal rodoviário a cada 1 hora, mais ou menos, e a estrada é encantadora. Muita gente prefere alugar um carro, que é muito barato em Portugal, como eu não tinha planos, não sabia quanto tempo ficaria e nem para onde iria depois, não aluguei o carro. 

Ericeria me conquistou desde o primeiro momento,  assumo que de toda a costa esse virou meu lugar preferido e também a minha base na região, é uma vila de pescadores, charmosa, com pessoas muito receptivas, restaurantes incríveis, considerada oficialmente como reserva Mundial de Surf. O que mais me atraiu foi essa mistura de mar, surf, como se eu estivesse em Bali, com comida boa, aquele polvo a Lagareiro que é uma delícia, um vinho maravilhoso, paisagens lindas e o vilarejo típico português, com suas casas pintadas de azul e branco ou com azulejos coloridos.

Fiquei hospedada em um hotel bem pequeno, com vista para o mar e um ambiente de “estou em casa” do lado de um hostel de surf muito animado, onde eu fiz muitas amizades. Logo no primeiro dia, depois de um café da manha com pasteis de nata recém saídos do forno, fui explorar a praia Ribeira D’ilha, a mais famosa de surf, que fica em um deslumbrante alcantilado, ali conheci um surfista que dá aulas e também faz o Surf Safari, uma viagem pela costa procurando as melhores ondas. Decidi que iria fazer algumas aulas, mais para ter alguém entrando no mar comigo e me explicando como funciona as correntes ali, os corais e as ondulações, afinal como eu disse não sou surfista. Foram dias maravilhosos, de sol, ondas, surfando, comendo, conhecendo pessoas de toda a europa. Por fim decidi fazer o Safari por trêsdias, o Nuno, o professor, tem uma van preparada, com chuveiro, 

cozinha, e tudo que se precisa para uma surf trip. E, lá fomos nósem busca de ondas. De Ericeira a Nazaré, íamos parando para surfar, depois com a fome de quem passou horas na água fazíamos piquenique em qualquer lugar meio do caminho, com cerejas, uvas, queijos, pães, e outras delicias da culinária portuguesa. A noite parávamos para dormir no carro, na última noite e já de volta para Ericeira paramos em um hotel em Obidos, um povoado lindo envolto por uma muralha, com ruas de pedras, flores nas casas e uma culinária de dar água na boca. Os jantares sempre regados a frutos do mar, e eu não resistia a uma, ou duas, taças de vinho para acompanhar, afinal estava em Portugal.

Tem onda para todo mundo, seja profissional ou quem está começando, depende do lugar. Ericeira tem para todos os níveis e tem vários tipos de ondulação, são diferentes praias, a mais famosa Ribeira D’ilhas, mas tem também S. Lourenço, Coxos, Pedra Branca ou a Foz do Lizandro, nessa última no verão rolam umas festas sunset bem interessantes. Peniche foi um dos lugares que ajudou a erguer a fama de Portugal como capital do surf europeu, a mais famosa é a Supertubos, conhecida em todo o mundo pelas ondas poderosas, a praia foi apelidada como “european Pipeline”.

Já Nazaré não é para amador, a Praia do Norte ganhou fama pela suas ondas gigantes, especialmente depois de 2011, quando Garret McNamara surfou aquela que viria se tornar a maior onda do ano, dando ao turbulento mar de Nazaré uma notoriedade internacional. O tipo de onda é Beachbreak. Um dos melhores pontos com uma vista panorâmica para as ondas é o Miradouro do Suberco, também não vale ir embora sem provar sardinhas grelhadas.

Tem muitas escolas de surf e lojas para alugar ou comprar material de surf.

Distâncias:

Nazaré - 117 km de Lisboa

Peniche - 97 km de Lisboa

Ericeira - 45 km de Lisboa