Como eu cheguei até Dahab, no Egito, viajando Sozinha 

Viagem solo Egito

Dahab 

Viagem Solo

Eu viajo sem planejar muito, vou deixando a viagem me surpreender, um lugar ou uma pessoa que conheço que me leva a outro, e por aí vai. E, dessa forma, cheguei em Dahab. Não conhecia, quando eu pensava em Egito eu pensava nos faraós, no deserto, no cairo, nas pirâmides. Nunca pensei em ir para a praia no Egito. Mas, depois de uma noite de música no hostel no Cairo, com bom papo e histórias sobre essa aldeia Beduina entre o mar vermelho e as montanhas do Sinai, eu decidi conhecer. Em poucos dias, lá estava eu na rodoviária do Cairo pegando um busão noturno pra Dahab.

Viajei durante a noite, o ônibus não era dos mais confortáveis mas, era ok. Parou em alguns check points e a polícia entrou pra procurar armas, eles tinham tido um alerta sobre terrorismo, mas foi só isso, não me senti nem um pouco insegura na viagem. Cheguei bem cedo na rodoviária de Dahab e o dono do hostel foi me buscar em um jipe velho e muito bom.

Viajando sozinha pelo Egito - Dahab
Mochilão no Egito

Dahab é uma pequena aldeia beduína localizada na costa leste do deserto do Sinai, fica a 550 km do Cairo e no passado era conhecida como um ponto de encontro hippie, mas desde então evoluiu para um destino popular para viajantes de todos os tipos, mochileiros, mergulhadores, pessoas das grandes cidades do Egito e muitos russos. Casas humildes se alinham nas estradas secundárias ocupadas por beduínos, egípcios e expatriados, enquanto a avenida principal deslumbra com lanternas árabes, restaurantes ao ar livre na beira do mar, travesseiros coloridos e cafés de shisha A atmosfera do lugar é realmente agradável e descontraída.

De um lado as montanhas do Sinai

De um lado as montanhas do Sinai

Mochilao no Egito
Do outro, o mar vermelho 

Do outro, o mar vermelho 

mochilao em Dahab no Egito

As belas e avermelhadas montanhas do Sinai emolduram o azul cristalino do Mar Vermelho, enquanto a Arábia Saudita fica em frente à água. No Mar há grandes recifes de coral a poucos metros da costa e é um dos melhores lugares do mundo para mergulho, eu só fiz snorkel, mas já fui uma experiência incrível.

 Alguns dias eu aluguei uma bicicleta para explorar a região, outros fiquei deitada sem fazer nada. Uma noite fui em uma festa nas montanhas, era lua cheia, muitos jovens egípcios, dançando, celebrando, tomando chá e comendo juntos. Foi uma noite especial e que quebrou milhões de preconceitos, afinal, quando pensamos em montanhas no Sinai, pensamos em guerras. Mas, ali, era tudo paz. Os beduínos são hospitaleiros, tranquilos e sorridentes. 

O mergulho ou snorkel são as atividades mais conhecidas da região, mas tem também as excursões no deserto, para algum oásis ou no Monte Sinai, windsurf, festas no deserto e sempre  música nos bares. E pense em um céu estrelado, sai um pouco do centro, vá para perto das montanhas.

O mar vermelho é um dos melhores do mundo para mergulho

O mar vermelho é um dos melhores do mundo para mergulho

 

Informações Práticas

- A cerca de 80 km a leste fica Sharm El Sheikh, uma cidade de praia com muitos grandes hotéis e menos alternativa.  

- Cairo para Dahab - 550 km 

ônibus - Eu fui de Ônibus foram umas 9 horas de viagem e o custou ticket 8 dólares (pode ter aumentado) 

Vôos Egytp Air - 100 a 150 euros

- Pensão em Dahab - Existem vários pensões/hostel onde é possível encontrar quartos por 10 dólares a noite. tem vários tipos de hoteis ou Guest House e os preços podem varias de 10 dólares para um quarto simples até 40/50 dólares para um quarto em um hotel simples e bom. 

- ATM’s - tem caixas eletrônicos, mas muitas vezes não funcionam, melhor ir sempre com algum dinheiro para eventualidades.

- Sexta Feira - como  mais de 90% dos egípcios são muçulmanos, a sexta feira é sagrada para eles, mais ou menos como o nosso domingo, então muitas coisas estão fechadas.

- Padaria - German bakery ou Leila Bakery, se bater saudade de uma padaria ou comida ocidental,  como tortas e pães frescos, essa é uma boa pedida.

- Mercados - aproveite alguns dos mercados árabes na cidade, são todos incrivelmente interessantes. Cores, especiarias, luminárias. 

- Negociar, pechinchar - árabes são mercadores por natureza, tem que saber negociar tudo, faz parte da cultura deles.

- Oasis - conheça p Wadi Gnai (pode ir de cavalo, camelo ou carro) e se espante com a beleza de um Oasis no meio do deserto.  

- Dica - alugar uma bicicleta para passar pelas praias. 

Mercado de Dahab

 

  • Mulher viajando sozinha - Não senti problema nenhum, ao contrário, as pessoas são muito receptivas e encontrei outras mulheres viajando por lá também, inclusive do cairo. Em qualquer lugar é sempre bom estar atenta, não se colocar em risco e seguir alguns cuidado, como escrevi nesse post aqui. 

Fora isso, pode ir sem medo.