O tal do óleo de palma

 
 

O tal do óleo de Palma, que lendo descobri que o nosso azeite de dendê, tanta polémica em torno dele. Muitas pesquisas dizem que faz extremamente mal a saúde eque pode ser cancerígeno, tá complicado porque é tanto produto que faz mal, mas por estar na Indonesia e ver os impactos da produção desse óleo no país decidi ler um pouco mais.

O óleo é utilizado em cosméticos, na produção de sabonetes e até na produção de combustíveis de motores. Contudo, é na alimentação que está mais presente, para ajudar na conservação dos produtos, metade das comidas industrializadas contém este óleo porque dá maciez e facilita a sua conservação e tem baixo custo de produção. O óleo de palma tá presente em tanta coisa que eu não tinha nem idéia, batata-fritas, sopas dessas prontas, pastas, bolachas, leite em pó, sardinhas enlatadas, caldo de galinha, maionese, molho de tomate, molhos, cereais, barras de chocolate, sorvete, queijo, tortas, refeições instantâneas, pães e biscoitos, pasta de dente, shampoo, hidratantes, sabonete. Normalmente no rótulo, o óleo de palma é identificado apenas como “óleo vegetal”. A indústria alimentícia utiliza mais de 75% do óleo de palma produzido no mundo. Na indústria cosmética, que consome cerca de 20% da produção mundial de óleo de palma, o óleo de palma é usado na produção de sabonetes sólidos mas é identificado como palmitato de sódio e ‘sodium palm kerenelate’ no rótulo.

Uma dos pontos que me chamou atenção foi o do impacto ambiental, na Indonesia descobri que florestas inteiras na região de Sumatra, onde passei 15 dias viajando, estavam sendo destruídos para o plantio da palmeira, milhares de hectares de florestas da Indonésia são continuamente queimados e destruídos para a plantação das palmeiras. Estas áreas de floresta tropical são os últimos habitats remanescentes de animais ameaçados como o tigre da Sumatra, o rinoceronte asiático e o orangotango. Em 2014 existiam cerca de 400 tigres-de-sumatra soltos na natureza e agora em 2016 existem menos de 300, se continuar nesse ritmo em 2022 a espécie estará extinta assim como as florestas. Além dos animais a derrubada da floresta e a plantação das palmeiras causa no nosso clima. Na Indonésia poe exemplo existe um tipo de solo chamado de Turfeiras, que segundo o greenpeace, armazenam cerca de 35 bilhões de toneladas de carbono. Com as queimadas e com a drenagem do solo para a plantação da palmeira, todo esse carbono que estava armazenado, acaba sendo liberado para a atmosfera, para se ter uma ideia do tamanho do estrago, isso equivale há 2 anos de emissão de carbono do planeta inteiro! Ou seja, a produção de óleo de palma contribui ativamente para o aquecimento global. Outro ponto negativo é que vários indonésios estão sofrendo as consequências perdendo seus lares pelas queimadas e conflitos por terra.

Pelo que li a Indonesia é responsável por 80% da produção mundial de óleo de palma, mas a produção do óleo na Amazónia também tem sido polémica, partes da floresta são frequentemente devastadas para a plantação de palmeiras. 

Hoje em dia restam no mundo três principais florestas tropicais extremamente importantes, a Amazônica, a Bacia do Congo na África e as florestas tropicais do Sudeste Asiático que abrangem a Indonésia.

Sei que é dificil, mas eu tento viver tentando não causar tanto impacto, busco não gerar tanto lixo, tento não consumir plástico desnecessário. Sei lá, acho a natureza tão linda, curto tanto estar em cachoeiras e praias limpas, mergulhas e ver corais, ver florestas verdes e frescas, que não tem porque não tentar viver em harmonia, sem destruir tanto.

 

Como evitar??

 

Pra mim, como em diversos outros casos, é tentar consumir menos produtos processados, enlatados, comida que fica guardada muito tempo em prateleiras de supermercado e tentar consumir produtos frescos que você mesmo preparou ou sabe como foi preparado. Ler os rótulos das embalagens. Além de tudo, nada mais gostoso que comidinha feita na hora ne?

Um dos principais produtos feito com o óleo de palma é o doce Nutella, que até sofreu impacto nas vendas depois dos anúncios e pesquisas em torno do produto e parece que a fábrica se comprometeu a ajudar a reduzir os impactos no meio ambiente.

Além de usar cosméticos livres do óleo de palma, afinal eu coloco shampoo na minha cabeça todo dias além de pasta de dente na minha boca, o minimo é saber o que estou usando. Eu uso uma pasta de dente indiana feita só com ervas, eucalipto, menta, se chama Vicco. No Brasil a Weleda tem cosméticos livres do óleo de palma. 

O Shampoo que uso é o da marca OGX (Organic) Além de ser livres de sulfatos e parabenos… São produtos orgânicos, não testados em animais e amo.

Faz bem pra mim e para o mundo <3